Busca

Amores burlescos

Um blog de crônicas, contos e pensamentos sobre amores verdadeiros ou não.

Dia dos namorados

O gozo sofrido Do dia dos namorados Gozo falso, arrancado prêmio de consolação de um amor embalado Gozo maltratado, gozo pago. poderia ser contigo, amor verdadeiro, gozo inteiro sem precauções mas não, tem suas preocupações do novo cargo no trabalho... Continue lendo →

Anúncios

Liberdade

Para não te perder, te libertei. Mas ao invés de o mesmo fazer Me prendeu em sua teia e fiquei. Sedento, a espera do seu voltar, Que no início era certo e salutar. Mas na sua liberdade viu o amor... Continue lendo →

A garota da janela

A garota na janela está a me esperar, Nua, linda, banhada ao luar. Eu sei que sua presença na janela é a senha para eu entrar. Thamiris está na janela a me esperar. Do carro estacionado do outro lado da rua... Continue lendo →

Infinitivo amar – Sobre Sábado a noite

Sobre sábado a noite quero lhe falar. Quantas diferenças temos para nos amar... Vi o pote de doce e queria te lambuzar. Cobrir seus seios, sua boceta, e me acabar em te chupar. Mas iria ficar melada e não queria... Continue lendo →

Save the date

Você pede para ser conquistada Mas quem irá me conquistar? Seu mundo é só você, Não cabe mais ninguém, Somente quem a idolatra. E não consigo mais suportar Essa ausência presente. Estamos caindo, garota E o fundo está próximo. Sim,... Continue lendo →

Desejo

Quero te beijar, te dominar, Ver nosso corpo suar... Você se entregar sem pudor, Deixar eu te levar onde for... E te deixar cair de prazer. E exausta me deixar ter Tudo de novo...  

Midori

Sinto o coração vazio, O prazer não é mais completo, Já faz seis anos que me sinto assim, Te procurar é meu melhor remédio Vejo a foto que me enviou, Sim, você não mentiu, é realmente você. Me esperando no... Continue lendo →

Te ver

Quero te ver, E te beijar, De nossas roupas nos desvencilhar Para do pudor se libertar, E no contato com sua carne, O prazer encontrar.

Amantes

Somos dois, diferentes, separados. caminho nunca antes cruzados. Mas histórias semelhantes, traídos, sem saber os motivos. E então na terapia do saber, a vingança. A necessidade de também sentir prazer. E assim somos almas gêmeas, na descoberta de ser amantes.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑